sexta-feira, 4 de março de 2016

Resenhando: ''Olhos de Prata'', autora Luana Angioletti

Olá amantes dos livros, lhes convido a acompanhar mais esta resenha de uma obra nacional. O livro que li é o romance de estreia da autora Luana Angioletti e tem como título ''Olhos de Prata''. Vou deixar novamente os meus agradecimentos para a querida Luana, que me enviou a sua obra com muito carinho. Então, vamos ver mais detalhes dessa publicação da Chiado Editora? Vamos nessa...


Título: Olhos de Prata
Autor: Luana Angioletti
Publicação: 2015
Editora: Chiado Editora
Gênero: Romance
Páginas: 118


Sinopse: "Era como um feltro descolando um do outro; macio e agonizante, bom e irritante”. Grace E. Atwood, com seus 18 anos só não esperava uma coisa na sua vida informal que levava com os avós: descobrir que não era exatamente normal. Sentir o peso da sua vida virando do avesso, avós quais nunca se deu bem – viraram quase deuses na sua visão, e seus melhores amigos se tornarem perdida e quase literalmente loucos. Libby já não é mais a mesma, e Grace não lida bem com isso. Será que a questão da amizade poderá influenciar nas suas...escolhas? Pelo menos ela ainda possui Leon novamente. Ou será que não? Com 19 anos ela terá que se decidir... Ser um Alto não é bem o que ela deseja no momento, porém se for essa a opção para retornar a sua vida antiga, a opção será bem reconhecida. Grace terá que vestir a casca da espécie a qual pertence e seguir em frente em busca de algumas respostas. Todos esperam que consiga. Ou nem todos.


Desta vez, começo a resenha de forma diferente, quero expor de início, um texto que escrevi após a minha leitura. Além de blogueiro e incentivador da nossa literatura nacional, também sou autor, e ao ler o livro de Luana Angioletti não pude deixar de relembrar a minha primeira publicação, que decerto veio muito mais tardar do que no caso de Luana. Quando li os seus agradecimentos contidos no livro tive a certeza de que a autora é mais um talento que nasce para somar neste cenário literário nacional — que se transforma positivamente, aos poucos. Percebi que Luana Angioletti tinha a necessidade de escrever e publicar essa obra, não para provar a outros o seu talento — talvez este seja sim um dos motivos, em partes, pois quando desconfiam do nosso talento, nos mostramos fortes e queremos sim, fazer algo para detonar a inveja e desconfiança alheia —, porém um outro motivo que notei eque talvez seja ainda mais forte do que tantos outros, foi a sua vontade de mostrar a sua verdade. Uma verdade que a autora carrega desde os seus doze anos e que agora, aos quase dezesseis, se expande e passa a ser uma verdade no coração de muitos leitores. 

"É uma enganação! Não pode ser! O que é isso? 
Calmem, não estou dizendo que o livro ''Olhos de Prata'' é uma fraude e que a verdade que Luana trouxe para os leitores tornou-se uma mentira. Acho que o erro de muitos leitores é acreditar em suas verdades preconceituosas ao tentarem classificar como ruim, obras de estreia de autores iniciantes. Fazem isso como um julgamento precipitado mas acabam, em muitos casos, se dando mal. 
Quero dizer que fui atingido com intensidade pela qualidade da obra de Luana Angioletti. Ela apresentou algo muito bom. O que li é novo. E eu gosto do novo. O que li é raro. E eu gosto do raro. Atrai e prende a atenção, me carregou do que é bom para o que se tornou excelente. 
A autora até pode ter se inspirado em seus prediletos escritores mas conseguiu se diferenciar muito bem deles. Soube definir sua escrita. Soube ser Luana. Soube mostrar uma história incrível onde os acontecimentos são integrados numa esfera de suspense, thriller,  fantasia e romance, e o nível de cobiça e apego que senti na trama, tornava-se mais pleno a cada capítulo. Se a autora queria juntar todas as idades para um único livro, ela conseguiu. 
A obra foi uma enganação para mim, pois num acume de tantas leituras parecidas que já explorei, surgiu para ultrapassar o meu índice de expectativa. 
O que li é muito bom... não, não, espere... 
O que li é realmente maravilhoso."

''Meu nome é Grace E. Atwood tenho 18 anos e moro com minha avó e avô. Minha mãe morreu no parto e meu pai em um incêndio logo depois. Eu tinha um irmão gêmeo que morreu nesse incêndio também; é o que diz minha avó. Meu avô teima com ela... Não acredito em nenhum dos dois, talvez no incêndio, é a única informação que tenho...''

A capa é linda! O material é liso e brilhante. 


O enredo de ''Olhos de Prata'' foi muito bem desenvolvido pela autora. Grace, protagonista, se vê envolvida em acontecimentos novos que aos seus olhos, parece até loucura. Ao início, ela parece ser uma adolescente atormentada psicologicamente, e como surtos, tinha visões esquisitas e sombrias. Seus avós e amigos mais próximos, de repente, passam a agir de forma estranha e se mostram pessoas diferentes de antes. Muitos assuntos escondidos começam a vir à tona e a garota, após as descobertas, tem que tomar suas decisões. E aí leitor, você quer saber sobre esses acontecimentos? Quer entender o motivo de Grace se surpreender após descobrir que seus avós eram, na verdade, de uma ''espécie'' diferente dos humanos?  Não é bom que se faça spoilers e por este motivo passamos as informações seguintes.

''Vamos para o escritório. É melhor, pois se formos lhe contar toda a história, que não seja com tanta proximidade dos humanos. — ele falou aquilo com normalidade.''

A história é agradável, logo é possível notar uma singularidade exposta pela autora, tanto no enredo quanto nas personagens. O suspense que os envolve até certo ponto da trama, deixa o enredo bem interessante. Depois percebe-se que tudo é coerente, Luana foi muito inteligente e soube explorar no leitor, a atenção e ansiedade. 

''A narrativa é maravilhosa, Luana Angioletti tem muito talento.''

O livro tem 13 capítulos. Tudo acontece de forma "quase rápida". Para alguns isso será bom, para outros será um problema. É certo que alguns trechos poderiam ser melhor explicados e expandidos para uma compreensão ainda melhor do leitor, mas vale ressaltar a criatividade da autora em exibir um enredo coeso e com tipos diferentes de raças entre os humanos, como os Altos, Baixos, Encantados, Pretores, etc, e lugares como Ephahantes, Salão Alto e Palco Central. Todos os termos são explicados nas páginas finais do livro. O enredo é realmente original.

''Não somos humanos, Elizabeth — vovô me olhava por trás dos óculos grandes, iguais aos da vovó. — não somos nem híbridos de humanos com Encantados. E é exatamente isso que você não entende.''

Luana Angioletti já começa bem caracterizada no cenário da literatura, a sua forma de escrita é maravilhosa. Os trechos narrados de um jeito espontâneo e próprio fazem de sua escrita uma escrita ímpar. Os diálogos, que não são poucos, também foram bem apresentados.


''Tive a sensação várias vezes de ouvir Luana e Grace narrando
''Olhos de Prata''.''

Outra coisa bem interessante, é o estilo sombrio que algumas personagens carregam. É fácil observar seus olhares e atitudes diferentes e compreendimentos aguçados demais. Isso foi bacana! Ah, o romance de Grace e Leon serviu também para acrescentar bom conteúdo à obra. Os trechos entre eles têm algumas pitadas quentes.

''Eu fui beijá-lo calmamente e ele virou um furacão; eu senti a mão dele passando pela minha cintura, subindo pelas minhas costas [eu me arrepiando], e seguindo para muito perto do meu sutiã... eu fiquei tão animadinha com isso que quando ele parou de me beijar por um segundo... eu investi outro nele, sem pensar se estava sendo forte demais...''

Sobre a capa e diagramação do livro, novamente palmas para a Chiado Editora. Um projeto muito bem elaborado. A capa é linda e a diagramação está perfeita.

Diagramação perfeita! A Chiado arrasa.

Para finalizar. uma das mensagens possíveis de se retirar da obra ''Olhos de Prata'', é a descoberta sobre a vida, pessoas e origens. É comum encontrar pessoas que não sabem exatamente de onde vêm e nem para onde vão. Suas descobertas acabam sendo tardias, tanto em relação ao mundo verdadeiro que as cerca, quanto ao que realmente elas são. Suas características, possibilidades, limites, desejos e força entram em confronto. Descobrir na verdade, quem são as pessoas que as cercam no dia a dia também é uma tarefa árdua às vezes, mas que se faz necessária em determinado momento.

Luana Angioletti terá sempre a minha admiração e receberá o meu prestígio daqui para frente. Gostei de sua audácia na escolha e elaboração do romance. Lembrando que haverá a continuação desta obra e ao término do livro a autora já colocou trechos do novo volume. Recomendo ''Olhos de Prata'' para todos os leitores, é uma leitura rápida e agradável, com teor sombrio envolto ao suspense, romance e mesmo até o thriller. 5 estrelas para o livro. Parabéns a autora.



Se quiserem conhecer mais sobre Luana Angioletti, confiram a matéria de apresentação da autora aqui no blog clicando aqui. Vocês também podem adquirir sua obra diretamente no site da Editora Chiado. O link da editora segue abaixo.


Espero pelos comentários de todos vocês. Esta leitura realmente me fez bem.

Um abraço a todos e até a próxima.



Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Muito bom essa resenha! Além de um ótimo escritor, está se tornando um grande resenhista Léo. Parabéns a autora por esse belo livro.

    ResponderExcluir
  2. Ao ler a resenha feita por ti,surgiu em mim uma imensa vontade de ler esse livro. Resenha fantástica Leonardo! Parabéns à autora pela obra e ao resenhista. Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Fala Luciano, recomendo. Vai gostar demais da leitura.
    Um abraço e obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Nossa Léo se a capa já chamou atenção com essa resenha então emplacou uhuuu, adoreiii mas um livro pra lista.

    ResponderExcluir
  5. Que bom que gostou Beta. A história é muito agradável. Vale a pena demais. Recomendo.

    ResponderExcluir
  6. Ah, valeu cara, obrigado pelo elogio.

    ResponderExcluir
  7. Que interessante!! Já quero ler o livro.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd