sexta-feira, 29 de abril de 2016

Resenhando: ''A Escolha de Eron'', livro do autor Ademilson Chaves

Olá, vocês gostam de suspense? E de romance? Gostam de uma dosagem extra de ação? E se todos esses itens aparecessem juntos em um enredo só? Que tal? Bom, é isso que encontrei na obra ''A Escolha de Eron'' escrita pelo autor Ademilson Chaves. O livro é uma publicação da Editora Selo Jovem e realmente me agradou demais. Acabei de lê-lo e vim correndo falar pra vocês o que encontrei por algumas cidades de Minas Gerais, local onde é focada a estrutura da trama apresentada pelo autor. Venham comigo e se liguem só no livro insigne que esse autor escreveu, mas antes, PARTICIPEM DO SORTEIO que tá rolando na página do #ML no Facebook. CLIQUE AQUI.



Título: A Escolha de Eron
Autor: Ademilson Chaves
Publicação: 2015
Editora: Selo Jovem
Gênero:  Literatura brasileira, romance, suspense
Páginas: 260

Link (livro físico)

Sinopse: Eron é um advogado em busca de trabalho e deseja apenas ter uma vida confortável com sua família. Em uma tarde chuvosa, quando retorna para casa com suas duas filhas, é obrigado a parar o carro na estrada deserta após se envolver em um acidente, ao descer do carro se depara com um homem armado que o obriga a escolher uma das meninas a ser raptada. Eron se vê diante de uma escolha que mudará para sempre sua vida. Após esse evento ele e a polícia passam a procurar pelo paradeiro da filha, descobre com muita dor que não há vestígios e nem sinal do homem que a levou. Com a vida totalmente arruinada, doze anos depois, Eron conhece uma garota na rua que desperta nele uma nova vontade de viver e por quem se apaixona perdidamente, mas novamente se depara com um grande conflito, aquela poderia ser sua filha sequestrada. Inicia então uma busca implacável onde pistas e segredos do passado vão sendo desvendados e ele descobre que seu grande amigo de infância pode estar por trás do desaparecimento da sua menina. Uma história envolvente, uma trama de tirar o fôlego, um romance proibido, uma paixão avassaladora e um crime hediondo prenderão o leitor da primeira a última página. 


Quando as nossas expectativas sobre as possibilidades são, de fato, alcançadas ou superadas, sentimos uma sensação tão exultante que, às vezes, até se torna algo inenarrável. Revelo que, ao ler a sinopse do livro de Ademilson Chaves imaginava já as melhores circunstâncias sobre o seu contexto. Após a leitura do prólogo da composição do autor senti-me como alguém sendo arrancado do chão com voracidade após qualquer impacto. Depois disso, sabia que encontraria no decorrer da leitura, um ótimo enredo escrito pelo autor. Ademilson Chaves manuseou a sua trama de maneira impecável, a estrutura literária está perfeita. Percebi que o autor é muito talentoso além de ter demonstrado muita prática no desenvolvimento. A experiência que tive com essa leitura foi sublime. O autor mostra para o seu leitor que o mundo real é realmente sujo, mentiroso e ganancioso mas sempre pode dar para aqueles que acreditam e se lançam em seus objetivos com consistência, o outro lado da moeda também.

Amigos, quero começar falando logo desse enredo inacreditável escrito por Ademilson Chaves. Que trama é essa, cara!? Tudo foi muito bem trabalhado e passado para o leitor de maneira perfeita. O conteúdo é vasto e o autor incorpora muitos assuntos atraentes, dramáticos e consideráveis tratando-os com muita seriedade. O núcleo sobre as ''escolhas'' do protagonista é apenas uma das tantas outras influentes questões. Ao me colocar no lugar de Eron, pude sentir suas perturbações, dúvidas, alegrias e tristezas, o que com efeito, torna a obra inteiramente realística. Os acontecimentos giram em torno de alguns personagens de maior influência na composição da trama: Eron, protagonista dedicado, honesto e ''pés no chão''; Sara, sua esposa amarga, rancorosa e sem vida; suas filhas Jully e Lyz, meigas; e o amigo de infância Diogo, de caráter duvidoso, que se reencontra com o protagonista anos à frente, após terem seguido cada um os seus caminhos próprios. Os acontecimentos conseguintes vão se enrolando cada vez mais, tornando a história um verdadeiro fulcro de segredos obscuros e descobertas dissaborosas.


Uma trama repleta de segredos e reviravoltas. ''A Escolha de Eron'' é um livro fabuloso

O grau de adequação da trama é enorme. Os fatos estão ligados um ao outro e são revelados no momento certinho. O autor é muito paciente, não se apressa na narrativa, tornando-a muito agradável. O enredo é contemporâneo e remete ao leitor alguns momentos de reflexão sobre assuntos atuais da sociedade. O sequestro infantil foi usado como uma ponte que levantou diversas outras temáticas, a título de exemplo, o lado doentio de indivíduos que se empenham sem limites em prol de ações benéficas a si mas prejudiciais a outrem. Não é tão comum se encontrar histórias tão bem estruturadas como ''A Escolha de Eron'', A habilidade do autor despejar no leitor a sensação de aprazimento e curiosidade é enorme.

Essa excelente obra agora faz parte do meu acervo literário

A escrita de Ademilson Chaves concentra-se mais na objetividade, sem muitos rodeios ou excessivos detalhes, fluindo tão bem quanto maravilhosas canções. Canções como as dos Beatles; claras, compreensíveis, que externam os melhores sentimentos. Há gírias locais incluídas no contexto e os diálogos estão ótimos. As cenas, são narradas de forma excelente. Um pequeno revés, que não causa maiores incômodos, é o tamanho de alguns parágrafos que, às vezes, se tornam desmesurados. Mas isso não minimiza a qualidade da obra, Ademilson Chaves sabe o que faz e soube alcançar a sua finalidade.

''Ela desligou o celular. Pegou a pasta sobre a mesa e quando ia sair da sala mirou-se em frente a um espelho na entrada. Ajeitou os cabelos loiros. Depois acomodou os seios fartos na blusa apertada (...) Começou a desabotoar a blusa, imediatamente tirou o sutiã, ficou com os seios plastificados à mostra, Eron debaixo da mesa viu a cena e engoliu em seco quase apertando os olhos.''

O livro é dividido em quatro partes, sendo estas a parte 1 com 14 capítulos, a parte 2 — acontecimentos doze anos depois — com 7 capítulos, a parte 3 com 5 capítulos e a parte final. A diagramação do livro está bem legal e a capa é muito bonita.

No capítulo 10, pude dar boas risadas com a aparição de um personagem secundário que tornou uma cena um tanto engraçada. Realmente o Ademilson Chaves é fantástico. Conseguiu caracterizar tão bem seus personagens que pude enxergar direitinho a cena, como se fosse um filme.

Olhem a maravilha de arte que elaboraram para a capa do livro
''Para aqueles que pensam que ao abrir o livro e começar a leitura irão se deparar o quanto antes com o assunto apresentado na sinopse — o sequestro —, perceberão que o autor foi muito inteligente, antes preparando o leitor ao narrar incrivelmente o cotidiano dos personagens para mais tarde todos os motivos do sequestro serem entendidos. Repito que ele não teve pressa. A leitura é muito confortável e instigante. Sem dúvidas, Ademilson Chaves é mais um talento nacional que conheci nessas horas de leitura.''
''(...) Entrou em pânico. Correu para a porta a fim de sair, mas ouviu barulhos, pessoas conversando, julgou que fosse a polícia chegando, sentiu seu coração disparar. Uma descarga de adrenalina tomou conta d seu corpo todo. Estava perdido.''

O autor consegue em sua escrita, enredo e desenvolvimento, ser inteligível, cativante, atraente, mavioso e bem convincente, tendo como exemplo a dor inenarrável de Eron que perde sua filha sequestrada e sente-se sem chão e perdido. A escolha que teve que fazer, entre qual filha deixaria que se levasse no sequestro, foi decerto a escolha mais difícil de toda a sua vida.

A diagramação é muito bonita
Dedicatória do autor Ademilson Chaves
''Sentiu que estava sendo torturado, não na carne, mas na alma e soía mais que se fosse na carne. Antes tivesse lhe rasgado a carne viva até sangrar, sentindo a pior dor que a carne pudesse sentir, mas na alma era pior (...) Amava as filhas demais para fazer aquela escolha (...) Doía demais. Não saberia descrever aqui a dor que Eron estava sentindo. Aquelas indagações acerca do paradeiro  da filha eram tão torturantes que ele sucumbiu.''

Ademilson Chaves transmite a experiência vivida por Eron de maneira muito realística e abre uma porta para um debate sobre o mundo obscuro dos sequestros infantis. Para onde essas crianças vão? Como serão tratadas? Quais finalidades tais sequestradores têm? Esse é um assunto muito atual da nossa sociedade. As crianças de sexo feminino representam cerca de dois terços das crianças traficadas em nosso país mas outras tantas crianças desaparecidas também fazem parte dessa realidade no Brasil. O assunto é grave e o autor está de parabéns por colocá-lo como um dos focos de sua obra.


Outro título não deixaria o livro tão bem intitulado quanto este. ''A Escolha de Eron'' remete muito bem os acontecimentos principais da trama e faz o leitor refletir também sobre suas próprias escolhas na vida, que obviamente, trarão suas consequências. E a pergunta que faço a você é: e se fosse você, o que faria no lugar de Eron?

A política também é muito dissertada no livro. O suborno político e imunidade parlamentar complementam a obra. Ademais, romances proibidos e crimes hediondos tornam ainda melhor o livro.

''Ele chegou a governador pelo mesmo esquema das urnas eletrônicas e pelos pactos que fez com os prefeitos (...) Chantagens e muita compra de votos. Foi assim que ele chegou lá (...)''
Uma obra louvável!

Meus amigos, os momentos finais desse livro o tornam realmente surpreendente. No meu caso, algumas deduções se perderam me deixando completamente equivocado sobre algumas convicções. Ademilson Chaves foi capaz de criar um suspense tão envolvente que superou todas as minhas expectativas. Os mistérios são fantásticos. Os temas que ele lançou no enredo são de suma importância. O cara é um grande ícone dos talentos nacionais contemporâneos. As ações no desfecho da obra são de deixar qualquer um admirado. Sendo assim, por ser tão instigador, com personagens tão bem caracterizados e por conter assuntos da realidade social, classifico o livro com 5 estrelas e tiro o chapéu para esse cara fantástico. Ademilson Chaves merece o nosso prestígio.



''A vida é cheia de surpresas, algumas não muito agradáveis (...) No mosteiro aprendi com os monges que Deus tem seu tempo, que nosso tempo não é o tempo de Deus.''

Não esqueçam de participar do sorteio.

CLIQUEM AQUI E CONCORRAM A UM LIVRO COM MARCADOR.
O encerramento será no dia 17 de maio de 2016.

Para contato com o autor, acessem sua Fanpage clicando aqui.

Espero que tenham gostado dessa melhor interpretação do livro. Vocês já o leram? O que acharam? Deixem suas opiniões aqui, vamos conversar sobre esse livro tão bom.

Deixo a vocês um forte abraço.

Até a próxima.


Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Resenha simplesmente fantástica Leonardo! De forma bem elaborada tu conseguiste passar as principais tramas desse livro espetacular. Depois de ler a tua fabulosa resenha certifiquei-me de que preciso lê-lo o quantos antes. Parabéns pela análise tão bem escrita e analisada de forma brilhante por ti. E claro que não poderia deixar os meus parabéns ao Ademílson Chaves pela obra. Forte abraço Leonardo.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Luciano, sua opinião é sempre valiosa. Que bom que agora certificou-se ainda mais de que a obra do Ademilson é fabulosa. O cara manda muito bem mesmo, fantástico demais.

    Forte abraço!!!

    :-bd :-bd :-bd

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Léo resenha espetacular, maravilhosa! Livro fantástico nossa preciso ler sou fã deste gênero suspense, drama é assim mesmo penso em todas as possibilidades e no fim o autor consegue nos surpreender. Ai meu Deus quero este livro.
    Parabéns de novo, resenha incrível! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato Luh.

      Participe do sorteio. Não perca tempo. É uma boa oportunidade para conhecer o livro.

      Beijos.

      Excluir
  4. Resenha fantástica Léo! É tudo isso mesmo o livro, tudo bem pensado e posto em seu lugar. A nacionalidade é bem vívida na obra. Por favor, leia O Estranho e nos presenteie com uma bela resenha como essa. Eu, como grande amigo do Ademilson, agradeço muito pelos detalhes que você deixou aqui.

    ResponderExcluir
  5. Lucas, grato pelos elogios.

    'O Estranho' parece ser tão bom quanto 'A Escolha de Eron', tenho certeza que vou adorar e adquirir muitos outros conhecimentos.

    Assim que possível, lerei e trarei a todos uma análise sobre a obra também.

    Abraço e obrigado pelo incentivo a nós, blogueiros e autores.

    :)

    ResponderExcluir
  6. Como sempre, apresentou de forma espetacular o livro e só aguçou a vontade em lê-lo.Tem uma capa lindíssima e quero em minha estante. Como assim? Eron debaixo da mesa viu toda a cena? kkk . Gostei moço!

    ResponderExcluir
  7. Boa sorte no sorteio Geh e obrigado poe sua opinião.

    Beijos. ;)

    ResponderExcluir
  8. Esse enredo é fantástico! Uma grande surpresa da literatura nacional. Espero que tantas outras pessoas dê chance para essa obra. O Ademilson provou ser um excelente contador de história. Tornei-me fã. \o E mega indico! Parabéns pela resenha, Léo! Abraçosssss

    Simone Pesci

    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Simone, grato por sua opinião. Concordo plenamente com você, o livro é uma surpresa literárias nacional e o Ademilson é talentoso.

    Que bom que gostou da resenha, obrigado pela visita. Volte sempre.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Peguei o livro para ler ontem, e hoje eu passei o dia praticamente todo lendo esse livro. Quem ainda não teve a oportunidade de lê-lo, é bom ler o quanto antes, pois trata-se de mais uma obra prima da literatura nacional. Confesso que eu não conhecia o autor e tampouco havia lido algum livro publicado por ele. E ao realizar a leitura digo que foi um dos melhores livros que eu li em minha existência. O livro superou as minhas expectativas, me agradou demais, parabéns Ademilson a sua obra é simplesmente fantástica e perfeita. A trama elaborada por ti é perfeita, as nuances do livro tem uma sincronia, quase que magistral, é espetacular. Forte abraço Leonardo.

    ResponderExcluir
  11. Obrigado por compartilhar tua experiência de leitura aqui na matéria, Luciano. Que sirva como mais incentivo aos amigos que ainda não leram.

    Obrigado!!!

    :-bd

    ResponderExcluir
  12. A história que descobri aqui já me conquistou. Muito bom. Parabéns. agora é providenciar um pra ler. Fiquei curiosa a respeito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beth, eu te aconselho exatamente a isso mesmo. Adquira o quanto antes o seu exemplar. Mas que tal, antes, participar do sorteio? Quem sabe você não tenha sorte e ganhe um livro acompanhado do marcador.

      Grato por seu comentário.

      Beijos.

      Excluir
  13. Resenha maravilhosa, completa. Estou super curiosa para saber toda a história. Gostei demais do que li aqui.

    ResponderExcluir
  14. :) Olá Maristela, fico contente que tenha gostado. Obrigado pelo elogio.

    Participe do sorteio, você pode ganhar o livro e o marcador.

    Desejo boa sorte.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd