quinta-feira, 16 de junho de 2016

[Resenha] Conto ''Amor Incondicional'', de Joana Corrêa

Olá pessoal, hoje vou deixar aqui uma curta análise sobre o conto romântico de Joana Corrêa, querida autora catarinense que entrou em contato com o Marcas Literárias e gentilmente solicitou o nosso apoio. Bem, o nome do conto é ''Amor Incondicional'' e está disponível em algumas ferramentas na internet. Abaixo deixarei todos os links para que vocês sigam a autora e leiam o seu conto. Agradecemos desde já o carinho da querida Joana Corrêa. Vamos nessa...


Título: Amor Incondicional
Autor: Joana Corrêa
Publicação: 2016
Editora: Independente
Gênero: Conto, romance
Páginas: -


————————

''Denise é fã do Yuri desde 2010. Quando ela escutou Ave Maria,  apaixonou-se. Tudo começou mesmo porque Denise era fã de Luciana, e a Lu era amiga de Yuri. Denise quis saber mais quem era esse Yuri, onde ele morava tudo. Só que  Yuri não era famoso, só postava vídeo de suas músicas na internet. E, num certo dia, ele posta no twitter: "Meu concerto vai ser em Campos dos Goytacazes."Denise, que é fã número um dele, toda feliz, não acreditando que teria um concerto do muso dela, estava desde março contando os meses. Seria em agosto o tal concerto. Como sempre, parecia nunca chegar o dia 08/08... o tão esperado dia! Só que ele finalmente chegou.''

Como percebemos, os acontecimentos do conto são atuais e as cidades de ocorrência citadas durante o romance são existentes, isso contribui piamente para enriquecer a autenticidade do enredo e atrair os leitores, os deixando muito tranquilos e satisfeitos com o que encontrarão, principalmente os mais jovens que se identificam com uma leitura mais leve e tranquila. Na verdade, o conto é tematizado pelo amor aos sonhos e também pelos laços da amizade verdadeira e familiar, e isso o tornou muito atraente. 

A jogada com os personagens jovens, que demonstram um romantismo e amor à vida, família, amigos, sonhos e profissões não foi ruim. Eles são participantes efetivos e contribuem diretamente na história. Sente-se falta de uma melhor lapidada em suas características físicas e emocionais mas num todo não são definidos como artificiais. Eles se relacionam entre si e conseguem gerar sentimentos através de suas ações, podem até cativar o leitor por demonstrarem brandura.

''O rapaz estava nas nuvens de tanta felicidade e por ver seus sonhos se realizando. Porém ele queria mais [...] Casaram-se e foram passar dois meses na Itália, depois de uma festa incrível [...]''

É encantadora a base charmosa da história; ela apresenta elementos bonitos como a objetividade, o talento e a música. Há um segredo no enredo, que mesmo parecendo clichê e uma aposta arriscada, surpreende um pouquinho o leitor, porém, poderia ser explicado de uma maneira melhor. Este segredo certamente foi inserido no romance para ser o ponto chave mas por algum motivo o objetivo não foi alcançado por completo. O ponto marcante no conto é o conceito do afeto entre os personagens, acompanhar a trajetória deles nos eixos afetivo, familiar e profissional é agregador.

A forma como Joana escreve é bem chamativa, sua escrita é simples e graciosa, o público jovem admirador do gênero gosta dessa maneira mais aberta e direta de leitura. Além disso, a autora transmite um sentimento poético. Ela não se prende em detalhar as ocorrências e a narrativa se torna prazerosa, assemelhando-se em muitos momentos aos contos infantis e juvenis, com aquela pegada supercativante e honesta. Mas a autora demonstra ainda alguns vícios de linguagens que por alguns instantes afetam o compreendimento da história e a deixa um pouquinho complicada. No desenvolvimento do conto também percebe-se uma certa precipitação que o comprometeu; a autora poderia explicar alguns trechos com mais calma, não há uma clareza em alguns momentos, tanto pelo que se passa quanto aos personagens. Alguns enlaces surgem ligeiros demais. Mesmo se tratando de um conto — modelo que sabemos que os acontecimentos podem ocorrer rápidos chegando ao seu ápice repentinamente e, às vezes, sem uma explicação muito convincente —, alguns pontos poderiam ser narrados com mais aclaração. O conjunto estrutural tem uma musicalidade narrativa que envolve facilmente o leitor mas isso se perde algumas vezes e a leitura dá aquela ''travada''. 

Mas, no geral, o conto é bom e se for trabalhado com mais paciência poderá ficar ainda melhor. As pequenas falhas são compreensíveis, a autora tem muito potencial e certamente ainda desenvolverá muito a sua escrita e habilidade. Sua evolução é incontestável. Quem sabe este conto não se torne um prólogo para um lindo romance, não é mesmo? Afinal, creio que o desfecho deixou em aberto uma possível continuação.

''Mais uns anos se passaram e Vanderlei já tinha lá seus 15 anos. Então Yuri em um de seus concertos, disse que haveria uma surpresa [...] ele chama ao palco o seu filho. O pai orgulhoso, cantou com seu filho a famosa música Ave Maria. Cantaram de um modo tão lindo que conseguiram alcançar notas inimagináveis.''

Gostei do que li, Joana é delicada com as palavras e não teve medo de escrever seu conto usando mais a emoção do que técnica, isso é bom. O ar docemente romântico deixou ''Amor Incondicional'' bem gracioso. A prédica que pude extrair do conto é representativo aos sonhos, que quando colocados em pauta e levados à sério, se tornam uma realidade antes mesmo do que se possa imaginar, independente do que a pessoa seja ou siga. O amor a si próprio deve ser prioridade. A vida nos oferece sempre ótimas oportunidades e como já nos disse Shakespeare, se não as agarramos alguém as aproveitará. Dessa forma, compreender o que nos cerca e saber aproveitar isso, é muito necessário para que tenhamos desfechos felizes em todas as áreas da vida; seja na de carreiras profissionais, na família ou no amor.

Parabéns a autora pela iniciativa e coragem em expor com simplicidade e leveza, esse charmoso conto. Não chega a ser uma história surpreendente ou com fatos tão singulares mas há um sentimento exposto em sua composição. 3 estrelas para ''Amor Incondicional'' de Joana Corrêa. Que venham outras histórias pois estaremos à espera.  RECOMENDO! Leiam, vocês vão gostar e talvez até se identifiquem com os personagens e com o enredo.

Agradou, é bom

A todos vocês um forte abraço e até a próxima. Espero que tenham gostado. Aguardo o comentário de todos. Ah, uma novidade no #ML, agora para a versão web do blog temos a aba de [comente com o Facebook] logo abaixo, isso ajudará na interatividade e acessibilidade do blog com vocês. 

Valeu!




Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Eu gostei do que li em sua resenha! Legal saber que a autora tem potencial, não desanime, afinal não é tão fácil escrever sobre romance e ao mesmo tempo surpreender o leitor. Romances que de fato surpreenda o leitor são raros de se encontrar, ate porque todos os romances acabam sendo clichês e bem previsíveis. Parabéns à autora pela coragem de se lançar no ramo da escrita e sucesso à ela. Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Luciano, o apoio do público também é muito importante pra ela nesse momento.

      O seu comentário é de valia.

      Abraços.

      Excluir
  2. Olá, amigo, tudo bem?
    Cara, a resenha ta muito bem construída, me chamou bastante a atenção, contudo, desculpa dizer, mas a narrativa não me chamou a atenção, pois parece um tipo de conto um tanto clichê. É lógico, posso estar enganado...mas é a minha mais humilde opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Gabriel, grato por tua presença novamente.

      A opinião de todos é essencial, afinal, é através delas que a gente constrói um diálogo. Romances clichês, como disse o Luciano no comentário acima, são mais do que comuns, mas o importante é ter coragem e escrever. Pelo que li, vi futuro na Joana.

      Abraços meu amigo.

      Excluir
  3. Romance é sempre bom né. Bela resenha Léo. Queria eu ter muito dinheiro para comprar todos esses livros maravilhosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Érica, bem-vinda, você como umagrande romancista não poderia dizer outra coisa, rs.

      Este livro está gratuito no Wattpad, aproveita e dá uma conferida lá.

      Beijos.

      Excluir
  4. Adorei ver a resenha sobre essa jovem autora, é assim que tudo começa. Primeiro o sonho, depois a coragem, trabalho e inevitavelmente o sucesso. Parabéns aos dois autora e autor. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edilene, você disse tudo. É assim mesmo que as coisas se iniciam em qualquer campo. Devemos ter coragem para sairmos atrás de nossos sonhos, a autora está fazendo isso de maneira apaixonante.

      Agradeço sua visita e comentário.

      Beijos.

      Excluir
  5. Nossa Léo que resenha é essa?Você destacou varios pontos sem magoar o autor ou autora isso é tão bonito, muitos esculacha o livro sem piedade já você foi cauteloso e muito atencioso ameiiii sua resenhaaaaaa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelos elogios, Beta. É importante apontar as falhas quando há para que o(a) autor(a) possa se aperfeiçoar nas próximas obras. O intuito dos verdadeiros profissionais não é, de forma alguma, denegrir a imagem dos autores, sejam iniciantes ou não. Aquele que faz isso está indo contra toda a essência humana e profissional, e não é, de nenhuma forma digno de admiração.

      Muito obrigado pelo comentário. A equipe do Marcas trabalha com honestidade, continuaremos passando essa confiança aos autores e seguidores.

      Beijos.

      Excluir
  6. Percebo que o livro é muito bom, tem um enredo interessante. No entanto, penso que é necessário o olhar de quem resenha, as questões sinalizada só acrescenta, pois o escritor/escritora terá de fato um olhar aprimorado pra rever questões. Pois é importante um olhar de fora, escrever um livro é uma relação e às vezes quem está envolvido na relação não percebe algumas coisas que quem está de fora percebe, pois estão livres de certos sentimentos.
    Romance em quaisquer circunstâncias é muito bom, pois nos alivia a tensão do dia a dia, dando nos momentos prazerosos. Passei adolescência vivendo com os romances, e poxa era gostosos demais pegar um pra ler e ainda acho muito bom. Tem coisas que pode até parecer clichê, mas em um romance é gostoso sim.
    Bela resenha moço, parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo comentário Geane, discordo de alguns enfoques, contudo devemos sempre procurar apreciar o lado bom das coisas, tudo tem seus pólos e saber encontrá-los e aprecia-los é muito bom e importante.

      Beijos minha querida.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd