quinta-feira, 21 de julho de 2016

Resenhando o livro ''Por que Indiana, João?'', de Danilo Leonardi



Título: Por que Indiana, João?
Autor: Danilo Leonardi
Publicação: 2014
Editora: Giz Editorial
Gênero: Literatura juvenil
Páginas: 208


Sinopse: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor. “Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária” e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.

●●●

Olá galera antenada no blog Marcas Literárias, hoje trago a vocês a análise do livro ''Por que Indiana, João?'' do autor Danilo Leonardi. Ao iniciar a leitura fiquei muito contente em lê-lo, pois o livro conta a história de João, um menino tímido que em grande parte de sua vida foi alvo de provocações e humilhações de seus colegas. No entanto, sua vida muda completamente quando ele reage ao ataque de Guilherme, o seu maior rival, e a cena vai parar na internet. A partir desse fato João tem que lidar com as consequências de sua atitude, da fama que surge com o vídeo e, claro, com os problemas de um adolescente tímido mas normal. Como de costume começarei falando dos personagens da obra:

Falando sobre os personagens da obra:

João, o personagem principal da trama é o alvo dos colegas que fazem de tudo para tirar a paz do garoto. O adolescente Guilherme é o principal responsável por todo o sofrimento do menino no decorrer do livro. No enredo ha outros personagens como Denise, Léo, Bruno, dentre outros. Aliás, personagens é o que não falta no opúsculo. O que eu mais gostei foi o João, eu senti na pele todo o sofrimentos do menino. 

Falando sobre a leitura do livro:

Bom, por se tratar de um livro que fala quase que exclusivamente de bullying, algo infelizmente tão normal nas escolas e fora delas até, o que não deveria ser mas é, confesso que comecei a ler o livro com as expectativas lá nas nuvens, porque cá entre nós, eu adoro jovem adulto que aborde temas mais polêmicos da sociedade pois, quando bem abordados pelo autor, a trama ganha vida própria tornando a leitura muito prazerosa.


O que eu gostei bastante no livro é que o mesmo está bem brasileiro. A visão abrasileirada do tema me agradou bastante. Um dos detalhes que me fizeram gostar do livro é a forma extremamente leve e envolvente que o autor escreve e vai desenvolvendo a história, deixando a leitura super rápida que pode ser terminada em algumas horas.  A escrita dele é super agradável, de simples compreensão, leve e objetiva no ponto certo. O interessante é que ele usou bastante frases de humor, tornando a experiência mais prazerosa e superleve, mesmo que trate um tema tão pesado.

Outro fato marcante do livro foi assimilar vários dos muitos personagens aos filmes norte-americanos que sempre rechearam a Sessão da Tarde, com sua divisão entre nerds, valentões, patricinhas que sempre estão em conflitos. Pode parecer um clichê batido mas ao meu ver é sempre interessante de se ver construído. Porém, infelizmente essa desconstrução não acontece aqui, já que poucos realmente conseguiram sair desse molde e brilhar dentro do enredo. Talvez pelo fato de o autor ter adicionado tantos personagens à trama, a sua insistência para desenvolver cada um deles, justamente pelo fato do livro ser curto, acabou prejudicando e muito o desenrolar do enredo. Foram muitas as vezes em que o foco saiu dos personagens fundamentais para se voltar para outros que, acredito eu, não conseguiram acrescentar em nada, e até poderiam facilmente ser cortados da história. 

Slide com fotos do livro ''Por que Indiana, João?'', do autor Danilo Leonardi.

Apesar dos 'trancos e barrancos' há também muitos acertos. Essa não é a história onde o dito NERD finalmente enfrenta o seu bullying, todos viram amiguinhos no final e cantam embaixo de um arco-íris. Aqui o autor demonstra que as consequências de um ato podem ser bem diferentes do que qualquer um poderia prever e as reviravoltas que ocorrem tornam a história bem mais atrativa ao ponto de te envolver e deixá-lo louco para descobrir o que vai acontecer posteriormente. 

O livro se mostra bem leve e divertido que chega a instigar o leitor a refletir sobre determinados assuntos. O que faltou foi um melhor aprofundamento de alguns personagens e até mesmo sobre o tema em si. 

Meu quote favorito:

''— Me desculpem pelo atraso. Estava assistindo a uma notícia do jornal e achei importante ficar até o final pra contar a vocês. Um estudante do Rio de Janeiro entrou em uma escola com duas armas e começou a atirar, foi uma loucura. Quando a polícia chegou, o cretino já tinha se matado.''

Finalização:

A capa e diagramação do livro me agradaram bastante, aliás, eu acho essa capa amarela com a sombra do garoto, perfeita. Muito bonita. Apesar de simples ela é bem chamativa. As folhas são amareladas e o tamanho da fonte é legível, até para os que possuem problemas de visão. Excelente trabalho da editora. A mesma está de parabéns pela competência no trabalho realizado. Sendo assim, apesar das falhas que existem no opúsculo, não posso deixar de indicá-lo para aqueles que apreciam uma boa leitura. 



O livro é bom.


Espero que tenham gostado da resenha. 

Forte abraço a todos.


Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. A resenha ficou muito boa, Luciano. Este ano ainda pretendo ler este livro, a sinopse dele me instiga.

    Quero entender também o sentido do título ''Por que Indiana, João?'', ainda não havia lido resenhas dessa obra e não sei a respeito dessa curiosidade.

    O BULLYING em si é um assunto que me atrai bastante, ainda mais no universo dos jovens. Eu, como amante da literatura juvenil, não posso deixar de conferir um livro que trás esse tema tão atual na vida de muitos ou todos.

    O quote escolhido é interessante, retrata vários casos semelhantes já reportados na mídia de muitas cidades brasileiras.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  2. Quando leres, entenderás o motivo do título. Abs!

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha, na verdade o livro é interessante, e por ser literatura infanto juvenil, com um assunto tão debatido atualmente nas escolas. Bullygin, de fato merece um olhar diferenciado. Pois trata de ser humano, que convive com tal palavrinha, mas com um peso e desordem tão grande. Ótima resenha! :-bd

    ResponderExcluir
  4. O assunto é de fato muito importante Geane. Que bom que a resenha tenha lhe agradado. Forte abraço!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd